Peeling, qual é o mais indicado para você?

Quem não quer exibir por aí uma pele lisa, viçosa e sem manchas? Além de uma boa alimentação, alguns tratamentos estéticos ajudam a manter a beleza em dia. E uma opção muito procurada pelas mulheres é o peeling.

E para quem não conhece o procedimento, o primeiro passo é consultar um bom dermatologista.

Ele vai avaliar se há mesmo necessidade de realizar o procedimento e qual é o mais indicado para a sua pele.

Segundo o dermatologista Fernando Passos de Freitas, todos os tipos de pele podem receber aplicações de peeling, porém, nem todos os tipos de pele podem receber qualquer tipo de peeling. Por esse motivo é importante consultar um especialista.

Além disso, a pele deve estar preparada para receber o tratamento. “Em geral ela tem que estar bem higienizada e não apresentar nenhum processo inflamatório em atividade no momento do procedimento, como herpes ou psoríase, por exemplo”, explica o médico.

O especialista lembra ainda que os peelings são classificados em superficiais, médios e profundos. Dependendo do tipo de pele (oleosa, mista, seca), fototipo (cor de pele), idade do indivíduo e objetivos traçados é que será definida a profundidade a ser atingida no processo. “Assim, os custos também irão variar de acordo com o tipo de peeling e quantidade de sessões necessárias”, acrescenta.

Confira o final da reportagem em Mais Equilíbrio.

A Iris Estética também tem vários tratamentos com peeling em Itu.

 

SSL Certificate
SSL Certificate
error: Content is protected !!